Mulheres sangram

Falar sobre sangue menstrual é um grande tabu diante da nossa sociedade. 

Os ciclos femininos são espirais de vivências imbuídas do feminino que habita os corpos das mulheres. A cada ciclo uma nova experiência se manifesta trazendo diversas emoções, essas emoções são marcadas por questões a serem trabalhadas de acordo com o que cada mulher vive e sente.

Todas as mulheres sangram todos os meses, este é um processo natural que faz parte da vida de muitas mulheres e é graças a esse sangue que aqui estamos, porque o sangue é o grande responsável pelo processo de reprodução dos humanos.

Útero

O útero muito além de um órgão é um centro de força e criatividade. O útero com sua capacidade de criar, gerar e nutrir pode transformar tudo à sua volta sendo assim a energia é tão potente que o útero é o segundo coração da mulher, é um portal para a vida que acolhe a energia vital emanando força.

Nesse centro de poder guardamos memórias ancestrais, memórias de relacionamentos antigos, emoções e sentimentos. Por essa razão o útero deve ser visto com muito carinho, acolher e acessar a energia que vibra dentro dele é de extrema importância.

Nós mulheres passamos por algumas fases no decorrer do nosso ciclo acessando arquétipos femininos que influenciam cada momento de nossas vidas.

A fase folicular que é a primeira fase do ciclo menstrual se inicia no primeiro dia da menstruação e segue até a ovulação. Na fase ovulatória o hormônio FSH (hormônio folículo estimulante) entra em ação dando início ao processo de maturação dos folículos nos ovários que tem como função regular a atividade dos ovários estimulando a secreção de estrogênio.

O nível de estrogênio cresce nessa fase fazendo assim com que haja mais energia, disposição e libido. Nessa fase as mulheres se sentem mais felizes, dinâmicas e otimistas, isso porque acontece um aumento significativo de serotonina que promove um sentimento de felicidade e bem-estar. A sensação primordial nesse novo ciclo é de reinício, trazendo a criatividade, motivação e prazer a tona.

A fase Lútea acontece depois da ovulação sendo assim a segunda fase do ciclo, ela acontece a partir do primeiro dia da ovulação e vai até um dia antes da menstruação quando se inicia um novo ciclo menstrual. Depois que a ovulação acontece o folículo vazio que é o espaço onde os óvulos ficam guardados passa por uma transformação temporária tornando-se o corpo lúteo.

O corpo lúteo é responsável por produzir progesterona este atua no endométrio tornando-o nutritivo permitindo a sustentação de uma possível gestação. A progesterona é um hormônio calmante que modera o humor, de grande importância para a saúde da mulher.

Menstruação

Se o óvulo não é fertilizado após a ovulação, o corpo lúteo deixa de produzir progesterona desintegrando-se. Com a desintegração do corpo lúteo acontece uma queda nos níveis hormonais, essa mudanças internas hormonais desencadeiam mudanças de humor nas mulheres.

Em torno de 4 dias ou mais após esse processo é que vem a menstruação, durante essa fase podemos sentir cansaço físico porque há uma queda de energia significativa. Quando acontece a menstruação uma nova fase se folicular se inicia dando início a um novo ciclo.

Onde as mulheres foram colocadas

Durante nossa história social as potências femininas foram inferiorizadas tornando o processo de cuidado com o corpo, mente, cuidados com a natureza, relações pessoais e comunitárias invisível diante dos olhares de uma sociedade capitalista que vê os corpos femininos como produtos.

A objetificação dos corpos femininos coloca as mulheres em um padrão de beleza inexistente, implica encaixar as mesmas em dogmas religiosos e ditar seus comportamentos, oprimindo as características multidimensionais de um corpo que se sustenta através de suas potencialidades.

Esse padrão de comportamento fez com que fossemos perdendo a memória sobre conhecimentos básicos acerca da intuição, nos distanciando cada vez mais dos nossos desejos, sexualidade e autocuidado. Com isso os caminhos para a cura tanto coletiva quanto individual foi se apagando e a arte de acolher umas às outras foi se perdendo.

Desafios de sobrevivência se colocam diante do caminho de muitas mulheres as quais lutam para transpassar questões relacionadas a etnia, classe, cor, direitos igualitários e muitos outros, diante de um sistema conservador que poda nossas raízes e nos distancia de nós mesmas.

As gerações vão avançando e com ela a esperança de trazer mudanças significativas na história buscando abrir os caminhos para conquistar aquilo que é direito de cada uma, desconstruindo padrões opressores que seguem enraizados sobre nosso comportamento, sobre a sexualidade feminina, as formas de nossos corpos, nosso sangue, nossos pelos…

Reconexão menstrual

A força feminina nos ensina a amar umas às outras como parte de um todo, e somos uma com a terra nos tornando uma grande e divina energia de luta, força e presença. O mergulho em si, abre inúmeras possibilidades para conexões com outras mulheres, a partir dessa conexão criamos empatia pela realidade de muitas irmãs e isso acontece em todos os planos, mas parte do momento presente, da ação.

Explorar o próprio ciclo é muito importante nesse processo porque é a partir daí que encontramos caminhos para nos escutarmos e sermos simpáticas com quem nós somos. Desse estudo nasce o encontro com a nossa natureza cíclica conectando-nos com a liberdade de ser e sentir.

As mulheres estão diretamente conectadas com a terra que é a presença feminina mais forte que há, a vida flui através do útero de todas as mulheres que existem até mesmo aquelas que não possuem esse órgão. Somos um grande canal que conecta a vida a existência e isso deve ser considerado e honrado.

Centros de Consciência

O universo é composto de energia, todos os seres são compostos de energia, desta maneira no nosso interior e exterior existem energias que nos movimentam e nos mantem vivos. Tudo está conectado, todos essas energias estão diretamente ligadas às nossas emoções aos nossos atos e pensamentos.

através de estudos milenares a ciência provou que temos pontos de energia em nosso corpo, estes quando giram em harmonia fazem com que nossos músculos e órgãos se mantenham em perfeito funcionamento.

Esses pontos energéticos também influenciam fortemente a vida racional e emocional, porém, esses nem sempre estão equilibrados porque muitas vezes sofrem influencias internas e externas.

Podem ser chamados centros de força ou Chakras. Estes transformam, coletam e distribuem a força energética que flui através deles. Os Chakras tem função relacionada às forças psíquicas do corpo, porque interpenetram-nas sendo o ponto de equilíbrio entre o mundo interior e o mundo exterior.

Os Chakras

São os sete centros de consciência e energia localizados ao longo da coluna Dorsal que começa em sua base no cóccix e vai até o topo do Cranio. Os chakras estão diretamente conectados com o nosso corpo, esses pontos de energias são diversos, possuímos Chakras ao longo de todo nosso corpo.

Os chakras são responsáveis pela distribuição da nossa energia vital, então dessa forma eles são responsáveis por nos manter vivos e estão relacionados com tudo o que envolve estar vivo.

Os pontos energéticos ou Chakras são poderosas entradas e saídas de energia e essas formam vórtices energéticos, tais energias entram pelo corpo duplo etérico e passam para o corpo físico sendo responsáveis pela vitalização do corpo físico.

No corpo físico os chakras são gânglios nervosos, e atuam nas glândulas do sistema endócrino, digestão e procriação. Estes existem no corpo físico mas também estão presentes no corpo etérico, dessa forma a energia flui de um corpo para o outro através dos pontos de conexão de discos giratórios etéricos em alta velocidade com movimento acelerado e contínuo.

A palavra Chakra vem do sânscrito e significa “roda” ou “disco”. Esses centros de energia distribuem nossa energia vital (prana) através dos canais energéticos que são os nadhis, estes são linhas de forças condutoras de energia.

O sete principais Chakras

Percebidos como círculos de luz ou auras cada um dos sete Chakras tem uma cor que o representa. Sua localização segue nossa coluna que é um grande canal condutor de energia, porém, o fato de seguir a coluna não significa que as energias estão somente na parte traseira do ser humano. As energias estão presentes em todas as regiões compostas na frente e atrás influenciando todos as órgãos que situam-se nessa área.

A influência de cada Chakra se da energeticamente na região em que está localizado seja ela física, psíquica ou energética. Esses vórtices seguem com uma frequência de energia especifica, são sete e estão distribuídos da base da coluna ao topo craniano.

Primeiro Chakra Raiz

Localizado na base da coluna vertebral ou coluna dorsal tem a responsabilidade de energizar de forma geral o organismo. É o Chakra básico, aquele que nos conecta à terra, à nossa sobrevivência e ao mundo. Ele está conectado à questões financeiras, alimentares, de vícios, de sono e saúde.

Seu nome em sânscrito é Muladhara que significa “Base e fundamento”. Sua função principal é a sobrevivência além de trazer vitalidade para o corpo físico. Sua cor é vermelho e seu elemento é a Terra.

Este centro quando em equilíbrio representa coragem, estabilidade, saúde e segurança. Quando está em desequilíbrio representa tensão, raiva, insegurança e violência.

Segundo Chakra Esplênico

O Chakra Esplênico, sacro ou baço, tem relação com a força criadora da energia sexual e de todos os prazeres que sentimos sejam eles profissionais, pessoais ou em relacionamentos. Ele é responsável pela energia criativa da sua força vital que equilibra a apreciação da vida na terra. Representa o lugar do eu verdadeiro.

Se nome em sânscrito é Swadhisthâna que significa “fundamento de sí próprio”. Sua função principal é o prazer que te motiva a apreciar os frutos colhidos em sua jornada além de força e vitalidade física. Está localizado na abaixo do umbigo, sua cor é laranja e seu elemento é água.

Quando em equilíbrio representa abundância, prazer, saúde, equilíbrio emocional e moderação. Quando em desequilíbrio representa confusão, ciúme, problemas sexuais, problemas de bexiga e impotência.

Terceiro Chakra Plexo solar

Localiza-se na região umbilical e tem relação com as nossas emoções, este Chakra é o centro da força pessoal e desse centro nasce a identidade e auto confiança. Este trás confiança para entender a verdade pessoal a qual estás lutando mostrando determinação e poder pessoal.

Seu nome em sânscrito é Manipura que significa “cidade das jóias”. Sua função principal está relacionada com o poder e a personalidade além de questões emocionais, metabólicas e digestivas. Sua cor é amarelo e seu elemento é fogo.

Quando em equilíbrio representa organização, poder pessoal, foco, autocontrole, neutralidade e disciplina. Quando desequilibrado representa medo, falta de foco, problemas digestivos e desorganização.

Quarto Chakra do coração

Relacionado fortemente com o timo e o coração traz a energia de amor e devoção. Nesse centro são energizados amor, bondade e compaixão e está associado à saúde. O chakara cardíaco está localizado no centro do peito, este está localizado como intermediário em relação aos outros chakras fazendo uma conexão entre os superiores (céu) e os inferiores (mundo físico).

Seu nome em sânscrito é Anahata que significa “Invicto, Inviolado”. Sua função principal esta ligada ao relacionamentos, amor e bondade além de energizar o sangue e o corpo físico. Sua cor é verde e seu elemento é ar.

Quando equilibrado representa compaixão, amor incondicional, harmonia, aceitação, paz, entusiasmo e disposição. Quando em desequilíbrio representa instabilidade emocional, problemas na circulação e coração.

Quinto Chakra Laríngeo

Este chakra traz a verdade com clareza, localizado na garganta este está ligado à tireoide e aos órgãos respiratórios, desta forma se conecta a expressão com a voz e a percepção de forma sutil. O chakra laríngeo tem grande conexão com o amor próprio, amor pelo próximo e compaixão além de sabedoria de expressão.

Seu nome em sânscrito é Vishuddha que significa “O purificador”. Sua função principal esta relacionado à expressão, comunicação amorosa e verdadeira, som e vibração. Sua cor é azul e seu elemento é Éter.

Quando equilibrado representa lealdade, verdade, autenticidade verdade e boa comunicação. Quando em desequilíbrio representa problemas de comunicação e falta de propósito.

Sexto Chakra Terceiro olho

Localizado no ponto entre as sobrancelhas, o Chakra do terceiro olho está conectado à percepção sutil e à intuição, abrindo a visão para além do mundo material este é o canal da sabedoria e desenvolvimento espiritual. Atrelado à glândula hipófise este envia informações de comando ao corpo.

Seu nome em sânscrito é Ajna que significa “Cnetro de comando”. Sua função principal entendimento, capacidade de absorver informações, aprendizados, intuição, revitalização do sistema nervoso e visão. Sua cor é Anil e seu elemento são todos.

Quando em equilíbrio representa compreensão, discernimento, sabedoria, imaginação, intuição e concentração. Quando em desequilíbrio representa fragilidade emocional e mental, dores na cabeça, arrogância, problemas na visão, pesadelo e tensão.

Sétimo Chakra Coronário

Representado da tradição indiana por uma flor de lótus de mil pétalas o Coronário é o grande receptor de luz divina. Sendo a consciência pura se relaciona com o padrão energético integral da pessoa. Localizado no alto da cabeça está fortemente ligado à capacidade espiritual e à consciência superior.

Seu nome em sânscrito é Sahashara que significa o “Lotus das mil pétalas”. Sua função principal é consciência, energização do cérebro, compreensão sobre a existência e iluminação espiritual. Sua cor é violeta e seus elementos são todos.

Quando equilibrado representa conexão com o universo e com o divino, conexão com a alma e espirito, libertação de amarras materiais, consciência e devoção. Quando em desequilíbrio representa depressão, falta de inspiração e confusão.

Conforme nos conectamos com nossos centros energéticos, abrimos espaço para a sabedoria divina que vibra dentro de nossos corpos. Quanto mais conectados com nossos Chakras mais facilmente podemos entender as intenções e ações que são necessárias para nos trazer o equilíbrio.

Terapia Holística

A integração do todo

A terapia holística é uma terapia alternativa e natural a qual trata de forma integral  todos os aspectos  do ser humano sendo esses físico, mental, emocional, energético e  espiritual. 

A palavra Holístico vem de Holismo do grego Holos que significa todo. Dessa forma o trabalho da terapia holística é integrar todos os campos da vida do ser humano. Para que esse processo aconteça de forma integra é importante que sejam trabalhadas diferentes técnicas para cada um dos campos englobando o tratamento do físico, mental, emocional, energético e espiritual. O olhar para o todo é muito importante nessa área, portanto, se não há o trabalho de todas essas áreas então não é terapia holística e sim terapia complementar.

A terapia holística leva em consideração que muitas das doenças que se manifestam no corpo físico são possíveis desajustes que acontecem no emocional, espiritual e energético, ela não trata somente doenças que já alcançaram o corpo físico mas trata-se também aqueles que buscam o equilíbrio e a plenitude.  Para uma doença se manifestar no corpo físico, ela já passou por todos os corpos sutis que compõe o seu eu.

O objetivo dessa terapia é trazer o equilíbrio de todos os campos minimizando o sofrimento e auxiliando no processo de cura. É importante destacar que para que as técnicas sejam efetivas, a participação de quem busca o tratamento é fundamental para o sucesso em qualquer uma das técnicas holísticas. O posicionamento ativo auxilia o processo metodológico, pois, a cura acontece de dentro para fora e não o inverso, sendo assim a procura pelo equilíbrio seja ele físico, mental ou espiritual deve partir do eu.

As possibilidades de terapia holística são diversas essas podem seguir uma linha mais energética ou física mas pode também ser a junção de ambas.

Algumas das muitas técnicas possíveis da terapia holística

Reiki: Trata-se de uma técnica ancestral muito poderosa de transferência de energia vital universal capaz equilibrar partes do corpo físico, mental e emocional desbloqueando aspectos negativos e regulando o fluxo de energia vital dos corpos.

Aromaterapia: É um tratamento que utiliza o uso de óleos essenciais extraídos das plantas e flores que através dos aromas trata questões a favor dos sentimentos, emoções, sensações, memórias, reações físicas e muitos outros estímulos causados pela inalação dos aromas.

Meditação:  Essa prática traz inúmeras habilidades como tranquilidade, foco e concentração além de muitas outras. Ela pode ser utilizada de maneira especifica para o alinhamento do corpo-mente-espirito.

Yoga: É uma técnica milenar que possibilita a conexão com seu eu verdadeiro. Dentro da técnica existem algumas práticas como pranayama (exercício de respiração), meditação e asanas (posturas físicas). Tem o objetivo de desbloqueio do fluxo energético, conexão, equilíbrio e foco do corpo energético.

Todas as técnicas destacadas acima são incríveis possibilidades de conexão e auto-conhecimento que podem proporcionar equilíbrio em todas as áreas da vida do ser humano, dentro da terapia holística existem muitas outras técnicas maravilhosas para o desenvolvimento e crescimento não só físico mas em todos os campos destacados nesse artigo.

Os sete corpos sutis

Os sete corpos sutis são conhecidos como corpos espirituais que são consciência, nível mental e dimensões psíquicas. Os sete corpos sutis nos acompanham durante a nossa existência e apesar de estarem conectados funcionam em dimensões diferentes.

Como seres dimensionais em nossa totalidade possuímos sete corpos sutis, estes funcionam como ponte para manifestações conscienciais, a partir desse pressuposto, cada um desses sete corpos é formado pela matéria do plano ao qual ele pertence.

Os corpos sutis são compostos por 7 corpos espirituais, estes são muito importantes para nossa existência porque a energia do espirito é extremamente poderosa, por essa razão nossa matéria não suportaria a corrente energética de maneira direta. Portanto, os sete corpos e as dimensões que se encontram entre corpo físico e espirito atuam como um filtro energético.

Corpo Físico

O corpo físico é a matéria integrada por órgãos, sistemas, tecidos e células. Ele é nosso veículo nessa encarnação e dessa forma recebe muitas informações dos outros corpos de forma sutil. Por ser matéria, o corpo físico transita com facilidade no plano físico porque pertence à essa dimensão.

Corpo Etérico

Este não é visível aos olhos mas podemos sentir, ele transforma as energias densas e sutis. É composto pela aura, nadhis (que leva a energia aos chakras) e chakras. É Um corpo energético de aparência luminosa transmuta as energias constantemente. Este recebe energia do astral trazendo vitalidade ao corpo físico, portanto, a ruptura do mesmo pode comprometer a existência física.

Corpo Astral

O corpo astral é de energia mais sutil que o etérico que está mais próximo da densidade física. Este corpo astral é aquele que chamamos de alma, um corpo de grande sensibilidade, é dotado de emoções, desejos e sensações. Durante o sono este facilmente viaja pelo plano astral que é a dimensão a qual pertence. O corpo astral é um intermediário de evolução, manifestação e transformação.

Corpo Mental

Dele nascem os poderes da mente, atuando no campo das elaborações organiza pensamentos que se manifestam através do cérebro. Esse corpo é a manifestação da consciência ativa, fonte da intelectualidade, dos fenômenos de cognição, avaliação dos nossos atos e memória. Atua na conexão e harmonização entre razão e emoção.

Corpo Causal

Também conhecido como mental superior atua na elaboração de memórias, ideias e conclusões, é a representação da memória criativa. Atua no campo dos desejos e intuição, dessa forma carrega consigo virtudes e defeitos. Como fonte de desejos esse corpo é imbuído de raciocínio criativo o qual carrega um grande poder da mente criadora, que cocria energeticamente através do pensamento.

Corpo Búdico

Carrega consigo a verdadeira sabedoria cósmica manifestando o espirito divino de forma ativa. Este está mais próximo do espirito, sem ligação com tempo atua no campo potencializador da consciência.

Corpo Átmico

É o eu divino, a consciência mais pura, o eu absoluto que se manifesta em todos seres e transcende a tudo que tem existência, atua no campo mais elevado da consciência. Composto por pura luz é o nosso eu superior.