Aroma e as emoções

Uma visão pautada na aromaterapia

Você já parou para pensar em uma maneira para equilibrar suas emoções e saúde atingindo a qualidade de vida e paz interior que sempre buscou de uma maneira natural e íntegra? Dentre milhares de informações presentes em nossos dias, muitas possibilidades terapêuticas e medicinais se apresentam; certamente a busca por uma terapia que integre o equilíbrio de forma espiritual, natural e orgânica é extremamente convidativa. Eis que a aromaterapia pode ocupar esse papel, tratando-se de uma terapia milenar que utiliza óleos essenciais extraídos de plantas aromáticas com objetivo da utilização de seus recursos medicinais, estéticos e vibracionais já que a partir dos óleos essenciais é possível acessar a energia da planta da forma mais pura. Essa terapia holística provada cientificamente, utiliza os óleos essenciais para proporcionar o desenvolvimento positivo da saúde de forma integral e até mesmo a cura. Ela pode ser utilizada através do uso tópico, inalação ou uso interno. (lembrando que a utilização dos óleos essenciais deve ser orientada por um aromaterapeuta) Dentre essas possibilidades estão os cosméticos naturais, difusor de aromas, velas aromáticas, óleos vegetais ou ingestão. Uma maneira bem conhecida de se conectar com essa terapia é através da inalação, podemos começar entendendo sobre o olfato que está diretamente ligado com o sistema límbico (parte emocional do cérebro), o sistema límbico registra e guarda nossas memórias emotivas e é nesse ponto que os aromas se encontram interagindo com as memórias e emoções. 

O sentido do nosso olfato é umas das fontes mais sensíveis dos nossos sentidos.  É milagrosa a forma com a qual o olfato se conecta com o mundo em termos de aromas. É através do olfato que podemos sentir de forma peculiar memórias e emoções internalizadas há tempos remotos, as quais não acessamos tão facilmente através dos outros sentidos. Um simples cheiro pode nos proporcionar acessos incríveis e inimagináveis além de equilibrar emoções e sentimentos. O equilíbrio acontece através do contato com a aromaterapia que é uma terapia integrativa e profunda de conexão com as plantas, Esta vem de um conhecimento ancestral da utilização das plantas medicinais e das ervas aromáticas, suas substâncias aromáticas e voláteis isoladas das plantas através do processo de destilação,  utilizadas de forma terapêutica tem um potencial de proporcionar diversos retornos em termos de saúde. Essas substâncias cheirosas podem ser chamados de seres vivos que são vegetais e carregam dentro de si uma substância química natural. Ao inalar essas substâncias químicas dos óleos essenciais as mesmas conseguem penetrar na barreira hematoencefalica atingindo de forma direta o sistema límbico causando equilíbrio das emoções e mudança psicológica que é influenciada pela memória olfativa. A ação olfativa dos óleos essenciais despertam sentidos elétricos que chegam até o cérebro despertando uma série de neurotransmissores acionando uma resposta dependendo de como o aroma reage com o cérebro, essa interação acontece por meio do sistema límbico.  Por fim podemos perceber o quanto os aromas podem influenciar nossas vidas e emoções e a partir daí se abrir para as possibilidades de crescimento, equilíbrio, conexão e cura proporcionados pelos óleos essenciais e seus aromas.

2 comentários em “Aroma e as emoções

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *